Por que cantamos Salmos?

dezembro 06, 2015

IMPORTANTE: A Salmodia Exclusiva não é a forma de cântico defendida neste blog, mas incluí-los entre os nossos cânticos é um bem para a igreja de Cristo. Compreendo que além dos Salmos há muitos hinos e cânticos com centralidade Bíblica e que honram o nome de Deus, nosso Senhor. No entanto, este é um tema relevante e útil, pois, a proposta do Vida Prudente é reforçar a necessidade de nos voltarmos para as Escrituras e os defensores da Salmodia na igreja estão neste caminho. Por isto divulgo este tratado.

“Os 150 salmos devem ter o lugar principal no cântico das igrejas”. É assim que o Church Order of the United Reformed Churches in North America inicia seu artigo sobre o que deve ser cantado nas igrejas (art. 39). Como uma congregação membro dessa confederação, a nossa igreja está comprometida com o princípio de que somos um povo que canta os Salmos. Porém, a questão é: por quê? Especialmente nas igrejas de nossa cultura, nas quais predomina a música cristã contemporânea, cantar os Salmos (também chamado de Saltério) é uma prática exótica. Então, deixe-me explicar por que cantamos os Salmos.[1]


__________
[1] Extrato do texto original - A literatura disponível para leitura ou download é da Ed. Os Puritanos, disponibilizado por meio do respectivo link: http://issuu.com/heraldoa/docs/por_que_cantamos_os_salmos__-_danie/10

You Might Also Like

0 comentários

O Vida Prudente é um blog de Fé reformada, criado para disponibilizar estudos para a edificação da igreja de Cristo, para os que desejam crescer em conhecimento e graça, tendo nas Escrituras o modo prudente de viver. (Ef 5.15 – “Portanto, vede prudentemente como andais)